Terça, 17 de outubro de 201717/10/2017
(86)99831-3533
Parcialmente nublado
25º
26º
34º
Piripiri - PI
dólar R$ 3,17
euro R$ 3,74
Banner topo
GERAL
Em depoimento, Eike Batista nega ter relações com Funaro e Cunha
Ele negou ter pago propina para obter recursos do FI-FGTS para LLX
Sebastião Silva Neto-Jornalista DRT-0002001/PI. Piripiri - PI
Postada em 18/07/2017 ás 04h09 - atualizada em 18/07/2017 ás 07h11
Em depoimento, Eike Batista nega ter relações com Funaro e Cunha

Eike Batista

O empresário Eike Batista negou nesta segunda (17) ter pago propina para obter recursos do FI-FGTS para a LLX, empresa que criou para investir no Porto do Açu, na região norte-fluminense.


Eike depôs na Justiça Federal como testemunha do corretor de valores Lúcio Funaro. Os dois foram citados em delação premiada do empresário Alexandre Margotto, segundo quem Eike teria pago a Funaro e ao ex-deputado Eduardo Cunha para a liberação dos recursos.


O empresário negou ter relações com Funaro e Cunha, mas admitiu ter dado carona em seu avião ao ex-deputado uma vez, a pedido de um executivo de seu grupo empresarial. "Ele sentou em uma cadeira lá atrás e foi isso", afirmou.


Quando questionado se Cunha interferiu para que recebesse os recursos do FI-FGTS disse que "absolutamente não".


"Eu era presidente do Conselho de Administração e esses assuntos eram tratados por executivos da companhia", argumentou. Ele não soube informar, porém, qual foi o executivo responsável por negociar os recursos com a Caixa Econômica Federal.


Eike e sua defesa não quiseram responder se estão negociando delação premiada com a Justiça. O executivo, porém, já teria preparado anexos de uma proposta de delação em que citará o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


O empresário foi preso em janeiro deste ano pela Operação Eficiência, da Polícia Federal, acusado de pagar propina ao ex-governador Sergio Cabral. Em abril foi transferido para prisão domiciliar.


Ele chegou ao prédio da Justiça Federal no Rio por volta das 14h30 e deixou o edifício às 16h sem dar entrevista.

FONTE: Folha
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Publicidade

Facebook

Publicidade

Publicidade

Mais lidas do mês

Publicidade

Enquete
Se as eleições presidenciais do Brasil fossem hoje, em quem você votaria?

Marina Silva
35 votos - 55.6%

Michel Temer
14 votos - 22.2%

Aécio Neves
8 votos - 12.7%

Lula
6 votos - 9.5%

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium