Terça, 25 de setembro de 2018
(86)99831-3533
Política

28/02/2018 ás 02h10

Sebastião Silva Neto-Jornalista DRT-0002001/PI

Piripiri / PI

Ministro Luís Roberto Barroso, do STF, toma posse no TSE
O novo integrante assume a terceira vaga do STF dentro da corte eleitoral, após a saída do ministro Gilmar Mendes
Ministro Luís Roberto Barroso, do STF, toma posse no TSE
(foto: Evaristo Sá/AFP)

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, tomou posse, nesta terça-feira (27/2), como ministro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele fica no órgão por dois anos, e pode ser reconduzido por mais um biênio. A cerimônia foi conduzida pelo presidente da Corte, ministro Luiz Fux. 


Entre as autoridades presentes, estavam o vice-presidente do Senado Federal, Cássio Cunha Lima, o vice-presidente do STF, ministro Dias Toffoli, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Carlos Lamachia. 


O novo integrante assume a terceira vaga do STF dentro da corte eleitoral, após a saída do ministro Gilmar Mendes. No início do mês de fevereiro, Luiz Fux assumiu o cargo de liderança do órgão, tendo como vice-presidente a ministra Rosa Weber, ambos também do Supremo. “Eu sou empenhado em melhorar a qualidade da vida política no Brasil, eu sou empenhado em avançar a agenda da reforma política. Já tivemos avanços importantes, como a  proibição de coligações em eleições proporcionais. É preciso avançar mais”, afirmou Barroso. 


O ministro assume o cargo em um ano eleitoral conturbado. Por isso, para ele, o órgão tem muitos desafios pela frente. “As eleições são um grande momento. O TSE tem um grande trabalho. Temos um dos melhores sistemas de apuração do mundo para compensar um sistema político muito ruim”, comentou. “O Brasil vive um momento de refundação. A sociedade brasileira vive um nível de conscientização. Há uma imensa demanda por integridade, idealismo, patriotismo. Essa é a energia que muda paradigmas e muda a história”, concluiu. 


Barroso integra o STF desde junho de 2013, e no ano seguinte, assumiu como ministro substituto do TSE. Ele foi reconduzido por mais um biênio em 2016. 

FONTE: Correio Brasiliense

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Mais lidas
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium